Pular para o conteúdo Ir para o consentimento do cookie

Artigos

Abraçar a diferença

Como garantir que as pessoas com deficiência sejam incluídas nas atividades das igrejas e comunidades

Escrito por Muna Suhail AbuGhazaleh 2022

Haniya, no Paquistão, é uma empreendedora de sucesso e um membro respeitado de sua comunidade.

Haniya, no Paquistão, é uma empreendedora de sucesso e um membro respeitado de sua comunidade. Foto: Parceiro da Tearfund

Indra, Alisha (oito anos) e Prakash (três anos) nos degraus de sua casa, no Nepal

Da: Lar e hospitalidade - Passo a Passo 116

Como a hospitalidade, a bondade e o planejamento podem reduzir a vulnerabilidade e ajudar as comunidades a florescer

Para muitas crianças e adultos com deficiência entre nós, o lar, a igreja e a comunidade não são lugares onde elas se sentem capazes de florescer. As oportunidades de frequentar a escola, trabalhar para ganhar a vida, aproveitar a vida em família e participar como iguais na sociedade podem ser limitadas para elas.

Frequentemente, essa falta de acessibilidade não se deve à deficiência, mas sim ao estigma, à discriminação e ao mal-entendido que as pessoas com deficiência enfrentam. Muitas vezes, a voz dessas pessoas não é ouvida e suas necessidades, aspirações, habilidades e capacidades não são vistas e aceitas. 

Aqui estão três maneiras de ajudar a mudar essa situação:

Faça novos amigos

Conheça melhor as pessoas com deficiência e seus cuidadores, convidando-os para virem à sua casa e compartilhando refeições e momentos juntos. Atos de hospitalidade como esse transformam a vulnerabilidade em comunhão e amizade.

Acolha a todos

Ao organizar eventos de qualquer tipo, inclusive cultos religiosos, esteja especialmente ciente das necessidades das pessoas com deficiência. Tome medidas para possibilitar a participação de todos. Por exemplo, as pessoas com deficiência devem ser:

  • especificamente convidadas para eventos, caso contrário, elas podem não ficar sabendo sobre eles ou presumir que não foram convidadas;
  • fisicamente ajudadas a participar dos eventos, se necessário;
  • capazes de acessar as mesmas informações que todas as outras pessoas (por exemplo: mensagens de áudio para pessoas com deficiência visual e mensagens visuais para pessoas com deficiência auditiva);
  • estimuladas a falar, contribuir e assumir funções e responsabilidades, reconhecendo e valorizando suas habilidades e capacidades;
  • ouvidas e respeitadas.

Fale

Aprenda a reconhecer quando as necessidades das pessoas com diferentes deficiências não estiverem sendo levadas em consideração pelas organizações, governos, polícia e outros. Apoie as pessoas com deficiência para que sua voz seja ouvida e defenda seus direitos. 

Leitura adicional

Viver com deficiênciaPasso a Passo 108

Escrito por

Escrito por  Muna Suhail AbuGhazaleh

Muna Suhail AbuGhazaleh é a coordenadora de Apoio Administrativo, Contato e Comunicação da Tearfund para a Eurásia e o Norte da África. Muna vive com várias deficiências e recentemente concluiu uma dissertação de mestrado sobre a inclusão de pessoas com deficiência na Igreja do Nazareno da Jordânia (Universidade de Manchester, Reino Unido).

Compartilhe este recurso

Se você achou este recurso útil, compartilhe-o com outras pessoas para que elas também possam se beneficiar

Cadastre-se agora para receber a revista Passo a Passo

Uma revista digital e impressa gratuita para pessoas que trabalham na área de desenvolvimento comunitário

Cadastre-se agora

Preferências de cookies

Sua privacidade e paz de espírito são importantes para nós. Temos o compromisso de manter seus dados em segurança. Somente coletamos dados de pessoas para finalidades específicas e não os mantemos depois que elas foram alcançadas.

Para obter mais informações, inclusive uma lista completa de cookies individuais, consulte nossa política de privacidade.

  • Estes cookies são necessários para o funcionamento do site e não podem ser desativados em nossos sistemas.

  • Estes cookies permitem-nos medir e melhorar o desempenho do nosso site. Todas as informações coletadas por eles são anônimas.

  • Estes cookies permitem uma experiência mais personalizada. Por exemplo, eles podem lembrar em que região você está, bem como suas configurações de acessibilidade.

  • Estes cookies ajudam-nos a personalizar os nossos anúncios e permitem-nos medir a eficácia das nossas campanhas.