Pular para o conteúdo Ir para o consentimento do cookie

Artigos

De estranho a amigo

Quando agimos com hospitalidade, os estranhos tornam-se amigos

Escrito por Heidi Damon 2022

Uma das melhores maneiras de conhecer pessoas é compartilhar uma refeição com elas.

Uma das melhores maneiras de conhecer pessoas é compartilhar uma refeição com elas. Foto: Andrew Philip/Tearfund

Indra, Alisha (oito anos) e Prakash (três anos) nos degraus de sua casa, no Nepal

Da: Lar e hospitalidade - Passo a Passo 116

Como a hospitalidade, a bondade e o planejamento podem reduzir a vulnerabilidade e ajudar as comunidades a florescer

No meu país de origem, o Sri Lanka, é considerado uma honra receber alguém em sua casa e oferecer-lhe algo para comer e beber. Ao aceitar o alimento e a bebida, o convidado mostra seu apreço pela generosidade do anfitrião e retribui com respeito e admiração. Esse simples ato de dar e receber aprofunda o relacionamento entre eles. 

Hospitalidade é o ato de abrirmos nossa casa, nossa vida, nossa igreja e nossa comunidade a amigos, vizinhos e estranhos. A hospitalidade calorosa e generosa cria um ambiente em que as pessoas são bem-vindas e incluídas e em que estranhos se tornam amigos.

Isaías 58:7 lembra-nos de que “partilhar sua comida com o faminto e abrigar o pobre desamparado” é um ato de adoração e, durante todo o seu ministério, Jesus enfatizou a importância disso (por exemplo: Lucas 10:25-37 e Mateus 25:34-40).

Quando praticamos a hospitalidade, estamos respondendo ao amor generoso e à aceitação que Deus nos oferece através do amor e da aceitação que oferecemos às pessoas ao nosso redor. 

Acolher a todos

Aqui estão alguns aspectos fundamentais da hospitalidade, que podem nos ajudar a acolher calorosamente a todos, independentemente de sua etnia, religião, origem ou situação atual.

  • Gratidão. Oferecer hospitalidade pode ser difícil, especialmente quando não conhecemos a pessoa ou as pessoas que estamos acolhendo. Ver a hospitalidade a partir de um ponto de vista de gratidão a Deus pode nos ajudar a compartilhar o amor e as bênçãos que recebemos dele com outras pessoas.
  • Humildade. Devemos acolher as pessoas com humildade e respeito – sem procurar mudá-las, mas aceitando-as e oferecendo-lhes um ambiente seguro em que elas possam crescer e florescer. 
  • Ouvir. É um privilégio vivenciar a riqueza, a vulnerabilidade e a coragem da história de uma pessoa. Ao ouvirmos, construímos relacionamentos e mostramos respeito. É uma forma de honrar o hóspede.
  • Celebração e pesar. A hospitalidade dá a nós a oportunidade de nos alegrarmos com os que se alegram e chorarmos com os que choram (Romanos 12:15). Ao compartilharmos os altos e baixos da vida com outras pessoas, a compreensão cresce e os relacionamentos se fortalecem. 
 
Amigos cumprimentando-se calorosamente no Sudão do Sul.

Amigas cumprimentando-se calorosamente no Sudão do Sul. Foto: Tom Price/Tearfund

Todos nós precisamos nos sentir amados e aceitos, e a hospitalidade ajuda-nos a atender a essa necessidade. Ela aprofunda os relacionamentos existentes e cria espaço para os novos. Ela promove a paz, a compreensão e a reconciliação e proporciona um ambiente em que todas as origens e nacionalidades são bem-vindas, valorizadas e celebradas.

Perguntas para discussão

  • Como você ajuda as pessoas a se sentirem amadas e aceitas em sua casa, igreja e comunidade?
  • Há pessoas em sua comunidade que nem sempre se sintam incluídas? Se sim, por que isso acontece?
  • O que você ou sua igreja pode fazer para que as pessoas se sintam mais acolhidas?

Escrito por

Escrito por  Heidi Damon

Heidi Damon lidera o trabalho da Tearfund de engajamento da igreja ao redor do mundo.

Conteúdo com tags semelhantes

Compartilhe este recurso

Se você achou este recurso útil, compartilhe-o com outras pessoas para que elas também possam se beneficiar

Cadastre-se agora para receber a revista Passo a Passo

Uma revista digital e impressa gratuita para pessoas que trabalham na área de desenvolvimento comunitário

Cadastre-se agora

Preferências de cookies

Sua privacidade e paz de espírito são importantes para nós. Temos o compromisso de manter seus dados em segurança. Somente coletamos dados de pessoas para finalidades específicas e não os mantemos depois que elas foram alcançadas.

Para obter mais informações, inclusive uma lista completa de cookies individuais, consulte nossa política de privacidade.

  • Estes cookies são necessários para o funcionamento do site e não podem ser desativados em nossos sistemas.

  • Estes cookies permitem-nos medir e melhorar o desempenho do nosso site. Todas as informações coletadas por eles são anônimas.

  • Estes cookies permitem uma experiência mais personalizada. Por exemplo, eles podem lembrar em que região você está, bem como suas configurações de acessibilidade.

  • Estes cookies ajudam-nos a personalizar os nossos anúncios e permitem-nos medir a eficácia das nossas campanhas.