Pular para o conteúdo Ir para o consentimento do cookie

Artigos

Linguagem corporal

Nossos corpos e expressões faciais comunicam muito do que estamos sentindo

Escrito por Roland Lubett 2022

Illustration of woman gathered in a close circle talking to each other

Ilustrações: Petra Röhr-Rouendaal, Where there is no artist (segunda edição).

Três mulheres bolivianas sorrindo e rindo juntas

Da: Comunicação participativa - Passo a Passo 117

Como oferecer oportunidades para que as pessoas compartilhem suas ideias e influenciem mudanças

Frequentemente pensamos na comunicação como sendo apenas as palavras que dizemos e ouvimos e a maneira como elas são ditas. Contudo, a comunicação é muito mais do que isso. Tudo o que fazemos, desde nossas expressões faciais até a maneira como posicionamos nosso corpo, comunica algo sobre nós, nossos pontos de vista e nossas emoções. Isso é muitas vezes chamado de “linguagem corporal”.

Estima-se que, em um contexto presencial, mais da metade da nossa comunicação seja não verbal. Em outras palavras, são as nossas expressões e o nosso corpo que realizam grande parte da conversa.

Expressão facial

Quando não podemos ver o rosto de uma pessoa, pode ser difícil saber se ela está feliz, triste, brincando ou falando a sério. Nosso rosto – principalmente os olhos e a boca – transmite nosso humor e nossos sentimentos.

Postura

A maneira como nos comunicamos com nosso corpo varia de país para país. Por exemplo, manter contato visual e inclinar-se levemente para a frente pode indicar interesse em algumas culturas, enquanto que, em outras, pode fazer com que a outra pessoa se sinta pouco à vontade. Quando e como nos sentamos e nos levantamos também comunica diferentes coisas em diferentes contextos.

Gestos

O que é considerado adequado em termos de gestos varia muito por todo o mundo. Por exemplo, uma forma de saudação padrão pode ser um aperto de mão, uma reverência ou um beijo no rosto, dependendo do país. A maneira como os homens e as mulheres interagem uns com os outros em público também varia entre as culturas.

Illustration of five young men demonstrating different body language

Ilustrações: Petra Röhr-Rouendaal, Where there is no artist (segunda edição).

“Estima-se que, em um contexto presencial, mais da metade da nossa comunicação seja não verbal.”

Quanto mais cientes estivermos dessas mensagens não verbais, maior será nossa capacidade de mostrar respeito pelas pessoas com quem interagimos e evitar ofendê-las.

Isso é particularmente importante quando nos comunicamos com pessoas que falam um idioma ou usam uma língua de sinais que diferem dos nossos. Além disso, ao falarmos com pessoas com perda de visão ou ao telefone, precisamos escolher nossas palavras com cuidado para que o nosso tom de voz transmita os pensamentos e sentimentos que elas não podem ver no nosso rosto.

Leitura adicional

Leitura adicional

  • The Culture Map (O Mapa da Cultura) por Erin Meyer

    Este livro discute diferentes aspectos da comunicação intercultural e examina algumas das diferenças nos estilos de comunicação ao redor do mundo. Acesse erinmeyer.com para comprar um exemplar impresso. Disponível em vários idiomas.

Escrito por

Escrito por  Roland Lubett

Roland Lubett trabalhou como facilitador do curso de Mestrado em Desenvolvimento Transformacional na Eastern College Australia.


Conteúdo com tags semelhantes

Compartilhe este recurso

Se você achou este recurso útil, compartilhe-o com outras pessoas para que elas também possam se beneficiar

Cadastre-se agora para receber a revista Passo a Passo

Uma revista digital e impressa gratuita para pessoas que trabalham na área de desenvolvimento comunitário

Cadastre-se agora

Preferências de cookies

Sua privacidade e paz de espírito são importantes para nós. Temos o compromisso de manter seus dados em segurança. Somente coletamos dados de pessoas para finalidades específicas e não os mantemos depois que elas foram alcançadas.

Para obter mais informações, inclusive uma lista completa de cookies individuais, consulte nossa política de privacidade.

  • Estes cookies são necessários para o funcionamento do site e não podem ser desativados em nossos sistemas.

  • Estes cookies permitem-nos medir e melhorar o desempenho do nosso site. Todas as informações coletadas por eles são anônimas.

  • Estes cookies permitem uma experiência mais personalizada. Por exemplo, eles podem lembrar em que região você está, bem como suas configurações de acessibilidade.

  • Estes cookies ajudam-nos a personalizar os nossos anúncios e permitem-nos medir a eficácia das nossas campanhas.