Pular para o conteúdo Ir para o consentimento do cookie

Artigos

Mídia centrada na comunidade

Uma maneira de reunir as pessoas para ouvir, discutir e agir a fim de superar os desafios locais

Escrito por Johnny Fisher 2022

No Paquistão, um grupo de homens em pé em um círculo, com um deles falando no microfone

Um grupo de voluntários aprendendo a fazer entrevistas comunitárias no Paquistão. Foto: Hazeen Latif/Amplifying Voices Paquistão

Três mulheres bolivianas sorrindo e rindo juntas

Da: Comunicação participativa - Passo a Passo 117

Como oferecer oportunidades para que as pessoas compartilhem suas ideias e influenciem mudanças

Desde 2017, um grupo comunitário chamado Naway Saher (Novo Amanhecer), que trabalha no norte do Paquistão, apresenta regularmente programas de rádio para promover discussões sobre saúde, higiene, inclusão social e infraestrutura local. Esses programas participativos, que pertencem aos moradores locais e são transmitidos no idioma local, são um exemplo de mídia centrada na comunidade.

A mídia centrada na comunidade é diferente de uma campanha de mídia. As campanhas de mídia geralmente se concentram em resultados de desenvolvimento ou de saúde específicos, enquanto que a mídia centrada na comunidade reúne as pessoas para ouvir, discutir e agir a fim de superar os desafios locais. Ela também pode ajudar as pessoas em desvantagem ou que sofrem injustiças a se manifestarem e serem ouvidas. 

“A mídia centrada na comunidade é algo que pessoas de todos os contextos podem aprender a fazer.”

Oportunidade para se manifestar

No Paquistão, os voluntários do grupo Naway Saher ouviram vários membros da comunidade cujo dinheiro havia sido roubado.

O governo havia introduzido um programa para que as pessoas com renda muito baixa recebessem assistência médica. No entanto, como o nível de escolaridade dos beneficiários pretendidos era baixo, muitos não haviam entendido o processo para solicitar essa assistência, e seus pedidos foram rejeitados.

Algumas pessoas, aproveitando-se desses conhecimentos limitados, começaram a pedir aos moradores dos povoados que lhes pagassem uma taxa para que elas fizessem sua inscrição no programa, mas, em vez disso, ficavam com o dinheiro para si. Consequentemente, muitas famílias de baixa renda perderam dinheiro além de não receberem a assistência médica do governo.

O Naway Saher transmitiu entrevistas com as famílias afetadas. As pessoas que haviam roubado o dinheiro ouviram o programa, e sentiram a necessidade de entrar em contato. O Naway Saher organizou um evento para a entrega do dinheiro, durante o qual os ladrões devolveram os fundos aos membros da comunidade afetada. Em troca, a comunidade concordou em não tomar outras medidas.

Diferentes modelos

A mídia centrada na comunidade aborda questões levantadas pela comunidade e faz com que as pessoas falem sobre suas ideias, esperanças e preocupações. Os programas geralmente incluem músicas e dramatizações para ajudar as pessoas de diferentes contextos ou opiniões a se entenderem melhor. Durante os programas ao vivo, às vezes os ouvintes são convidados a enviar mensagens ou ligar para os apresentadores se quiserem participar das discussões ao vivo sobre um tópico específico.

Os programas do Naway Saher são transmitidos em horários dedicados a questões comunitárias em uma estação de rádio comercial local. Outros grupos comunitários administram suas próprias estações de rádio. Em locais onde não há cobertura de rádio ou é muito caro montar uma estação de rádio comunitária, podem ser usadas gravações de áudio chamadas podcasts, que podem ser distribuídas em cartões de memória entre grupos de ouvintes (veja as próximas páginas).

 
Duas mulheres usando lenços na cabeça, paradas atrás de uma casa no Paquistão, uma delas falando em um microfone

Voluntários do grupo comunitário Naway Saher praticando o uso de gravadores de voz. Foto: Hazeen Latif/Amplifying Voices Paquistão

Para todos

Um elemento importante da mídia centrada na comunidade é a maneira como as atividades transmitidas, tais como as radiodifusões, são vinculadas a atividades não transmitidas, tais como eventos comunitários e cursos de treinamento. O conteúdo de áudio reforça e inspira os eventos não transmitidos, e as atividades comunitárias inspiram e moldam o conteúdo transmitido relevante.

No Quênia, por exemplo, durante as eleições, uma estação de rádio comunitária forneceu informações sobre como as eleições funcionam e transmitiu histórias de representantes de dois grupos que costumavam estar em conflito. Os ouvintes disseram que isso os ajudou a entender como era fazer parte da outra comunidade, e as eleições ocorreram pacificamente. 

A mídia centrada na comunidade é algo que pessoas de todos os contextos podem aprender a fazer. Em qualquer comunidade ou grupo, sempre há algumas pessoas que são mais capazes em coisas técnicas e outras que são muito criativas, mas um requisito fundamental para todos é estar aberto para escutar os outros, reconhecer seus pontos fortes e respeitar suas histórias.

 
Recursos

Recursos

Escrito por

Escrito por  Johnny Fisher

Johnny Fisher é um dos sócios da Amplifying Voices. A Amplifying Voices prepara as comunidades com ferramentas de mídia para fazer com que as pessoas falem, ouçam e ajam.

Conteúdo com tags semelhantes

Compartilhe este recurso

Se você achou este recurso útil, compartilhe-o com outras pessoas para que elas também possam se beneficiar

Cadastre-se agora para receber a revista Passo a Passo

Uma revista digital e impressa gratuita para pessoas que trabalham na área de desenvolvimento comunitário

Cadastre-se agora

Preferências de cookies

Sua privacidade e paz de espírito são importantes para nós. Temos o compromisso de manter seus dados em segurança. Somente coletamos dados de pessoas para finalidades específicas e não os mantemos depois que elas foram alcançadas.

Para obter mais informações, inclusive uma lista completa de cookies individuais, consulte nossa política de privacidade.

  • Estes cookies são necessários para o funcionamento do site e não podem ser desativados em nossos sistemas.

  • Estes cookies permitem-nos medir e melhorar o desempenho do nosso site. Todas as informações coletadas por eles são anônimas.

  • Estes cookies permitem uma experiência mais personalizada. Por exemplo, eles podem lembrar em que região você está, bem como suas configurações de acessibilidade.

  • Estes cookies ajudam-nos a personalizar os nossos anúncios e permitem-nos medir a eficácia das nossas campanhas.