Ir para o consentimento do cookie

Da: Treinamento – Passo a Passo 22

Diferentes abordagens de treinamento e facilitação

por Ian Wallace.

Um animador pode ser visto como uma ponte – um elo entre a comunidade e grupos exteriores como o governo, centros de pesquisa, universidades e agências de desenvolvimento.

Eles podem também ser um elo entre os grupos que querem desencadear mudanças ou desenvolvimento – tais como a Igreja, agências financiadoras, governo – e a comunidade. O animador atua como um intérprete, ajudando estes grupos a comunicar entre si sobre necessidades, problemas, informações e habilidades necessárias. Veja o diagrama abaixo.

O animador é frequentemente o elo na troca de habilidades ou treinamento. Não é sempre que o trabalho do animador tern as respostas para os problemas. Centros de pesquisas e universidades podem ter algumas das respostas. Pessoas das zonas rurais têm recursos valiosos de sabedoria, conhecimento e habilidades acumuladas durante séculos. O animador é uma ponte pela qual problemas e respostas podem ser trocadas. A aprendizagem deve sempre ser um processo mútuo.

O papel do animador

Todas estas palavras (e você pode pensar em outras) sugerem uma pessoa com uma função chave, que se reúne com pessoas de níveis diferentes e que precisa de habilidades em ensino e comunicação, administração e liderança, apoio, incentivo e ser simplesmente um amigo de verdade. Não é um chamado fácil ser o homem ou a mulher ‘intermediária’. Necessita-se de uma pessoa que seja treinada, talentosa, altamente motivada e que seja compelida por um amor real a servir para atender as necessidades dos outros.

Vemos nos evangelhos que Jesus usou muitos métodos diferentes para se comunicar com as pessoas. Cada método era apropriado para a audiência envolvida. Frequentemente Ele usou recursos de ensino, como as parábolas ou objetos reais, para transmitir seu significado de maneira clara e para ajudar as pessoas a recordarem a sua mensagem. Nós o vemos atuando de maneira bem diferente com grandes multidões, com o pequeno grupo de seus discípulos e com indivíduos em necessidade. (Leia Mateus 13:3-4, Marcos 9:30-31, João 4:7.)

O trabalho do animador em treinamento

O papel do animador é muito mais do que simplesmente transmitir informações. Um animador está envolvido em ajudar as pessoas a aprenderem – adquirindo conhecimentos, novas habilidades e mudando suas atitudes. Sendo assim, os animadores são também chamados a serem treinadores. Eles precisam compreender o processo de aprendizagem e serem capazes de treinar outros.

O que queremos dizer com treinamento?

 

 

Escolhendo um método

Os métodos usados por treinadores podem ser divididos em três grupos principais (veja acima). Para que uma aprendizagem eficaz possa acontecer, os treinadores devem usar uma combinação de métodos diferentes. As pessoas aprendem melhor quando a ‘mensagem’ é repetida de várias maneiras. Apresentações de novas idéias e habilidades podem ser seguidas de sessões participativas e exploratórias.

Para se usar uma variedade de métodos, os treinadores devem ser bem treinados. Eles devem compreender que o seu papel mudará com os diferentes métodos de treinamento:

Métodos de apresentação necessitam de um professor experiente.

Métodos participativos necessitam de um treinador que seja também um aluno interessado.

Métodos exploratórios necessitam de um facilitador e organizador.

EXERCICIO DE GRUPO Planeje treinamento em um assunto específico. Faça uma lista dos preparativos e materiais necessários para liderar três sessões de treinamento sobre este assunto – a primeira usando métodos de apresentação; a segunda, métodos participativos; e a terceira sessão usando métodos exploratórios.

Com agradecimentos à RURCON pela permissão para uso de material do The Link Person (apresentado na página 12). Ian Wallace tem muitos anos de experiência em treinamento na área de agricultura. Ele é professor do ‘Agricultural Extension and Rural Development Department’ da Universidade de Reading, 3 Earley Gate, Whiteknights Road, Reading, RG6 2AL, Reino Unido. 

Três abordagens em treinamento…

1 Métodos de apresentação

Há metodos onde o treinador apresenta novas idéias ou informações ou mostra ao aluno como fazer as coisas. Estes métodos são ‘centralizados no treinador’. O fluxo de comunicação é principalmente feito em uma direção – do treinador para os alunos. Os métodos de apresentação são importantes para se transmitir idéias e são amplamente usados. As explicações podem ser variadas usando-se diagramas, posters, poemas, etc, para manter a atenção das pessoas. No entanto, o treinador precisa reconhecer as limitações destes métodos e combiná-los com outros métodos envolvendo mais a participação do aluno.

A informação flui em uma direção apenas – do treinador para o aluno.

EXEMPLOS: aulas, vídeos, demonstrações, programas de rádio

2 Métodos participativos

Estes métodos são centralizados no aluno. Os alunos são incentivados a participar e assim há um fluxo de informações em duas direções entre o treinador e os alunos. Alunos adultos têm muita experiência e conhecimentos e com os métodos participativos isto é respeitado. Cada pessoa é incentivada a compartilhar suas experiências e a ouvir e aprender dos outros. O papel do animador é simular situações para uso em treinamento onde aconteça a discussão aberta de assuntos. A participação ajuda a incentivar os alunos. Motivação é um requisito chave para uma aprendizagem eficaz. Um maior envolvimento permite que experiências e mudanças de atitudes sejam mais facilmente conseguidas.

Há comunicação em todas as direções – entre o treinador e o aluno e entre os próprios alunos.

EXEMPLOS: discussões em grupo, seminários, reuniões, encenações

3 Métodos exploratórios

Estes métodos usam o importante princípio de se ‘aprender por descoberta’. Nesta situação o treinador é na verdade um facilitador que fornece o material e estabelece tarefas, deixando os alunos investigarem por si mesmos. O treinador ainda fica no controle e precisa verificar o progresso do aluno de vez em quando. No final, o que se aprendeu de novo precisa ser demonstrado para o treinador. Isto pode ocorrer de muitas formas – demonstração de novas habilidades, exibição do trabalho feito, apresentações.

Métodos exploratórios podem levar muito tempo. Eles geralmente resultam em mudanças de aprendizagem mais profundas e mais permanentes. Os que estão aprendendo gostam do desafio de descobrirem por si próprios.

O treinador fornece o material ou informação e ajuda os alunos a trabalharem juntos para investigarem por si próprios.

EXEMPLOS: exibições, estudos de caso, projetos, encontros, sessões de leitura

Conteúdo com tags semelhantes

Compartilhe este recurso

Se você achou este recurso útil, compartilhe-o com outros para que eles também possam se beneficiar

Cadastre-se agora para receber a revista Passo a Passo

Uma revista digital e impressa gratuita para pessoas que trabalham na área de desenvolvimento comunitário

Cadastre-se agora

Preferências de cookies

Sua privacidade e paz de espírito são importantes para nós. Temos o compromisso de manter seus dados em segurança. Somente coletamos dados de pessoas para finalidades específicas e não os mantemos depois que elas foram alcançadas.

Para obter mais informações, inclusive uma lista completa de cookies individuais, consulte nossa política de privacidade.

  • Estes cookies são necessários para o funcionamento do site e não podem ser desativados em nossos sistemas.

  • Estes cookies permitem-nos medir e melhorar o desempenho do nosso site. Todas as informações coletadas por eles são anônimas.

  • Estes cookies permitem uma experiência mais personalizada. Por exemplo, eles podem lembrar em que região você está, bem como suas configurações de acessibilidade.

  • Estes cookies ajudam-nos a personalizar os nossos anúncios e permitem-nos medir a eficácia das nossas campanhas.