Pular para o conteúdo Ir para o consentimento do cookie

Da: Saúde animal – Passo a Passo 34

Diferentes maneiras de melhorar e manter a saúde animal

Dr Avijit Haldar.

A palavra parasita significa ‘aquele que come na mesa do outro’. Em outras palavras, um ser vivo que sobrevive às custas de outro animal (ou planta). Os parasitas de animais são pequenos insetos nocivos que vivem através do consumo de nutrientes (geralmente sangue) do animal hospedeiro.

Há dois tipos de parasitas: aqueles que vivem dentro do corpo do animal, assim como as lombrigas e os vermes do fígado, e aqueles que vivem fora, na pele. Este artigo é apenas sobre os parasitas externos, tais como os acarinos, carrapatos e piolhos.

Os parasitas externos são um problema enorme. Na Índia, por exemplo, é difícil estimar o prejuizo financeiro verdadeiro, mas estes parasitas reduzem a produção de leite e carne, reduzem a taxa de crescimento, a força de vontade e capacidade para trabalhar, danificam a pele ou a lã e podem até causar a morte. Os animais podem ficar magros, com pêlo eriçado e feridas na pele. Além carrapato disso, os carrapatos transmitem uma grande variedade de doenças, assim como a babesioses (hematúria), encefalite, anaplasmose e outras.

Ao invés de esperar que o problema com parasitas externos se torne grave, os criadores de animais devem tratar regularmente os seus animais para prevenir qualquer infestação de parasitas.

Ação preventiva

  • Vede com cimento ou barro todas as rachaduras do chão e das paredes das instalações onde ficam os animais.
  • Limpe as instalações diariamente.
  • Pulverize as instalações com um pesticida apropriado a cada duas semanas, se for possível.
  • Alterne a área onde os animais pastam.
  • Banhe os animais regularmente.
  • Corte a lã das ovelhas regularmente.
  • Faça cinza com folhas secas da árvore neem, misture-as com água para formar uma pasta aplique-a nos animais a cada duas semanas para prevenir parasitas.
  • Se o tratamento com a neem não for eficaz, pulverize ou dê um banho de imersão nos animais com um pesticida apropriado.

Uso de pesticidas

Vários produtos químicos são amplamente usados para controlar os parasitas externos em animais. Antigamente, usava-se enxofre, tabaco e compostos arsênicos. Estes foram substituídos na década de 40 por produtos químicos como o DDT, Dieldrin e Lindano (hidrocarbonetos com cloro) – agora conhecidos como sendo muito perigosos para os animais e os seres humanos. Estes produtos são proibidos na maioria dos países.

Os produtos químicos organo-fosforados, tais como o Malathion e o Diazinon foram então desenvolvidos e continuam em uso, apesar de que é necessário muito cuidado para evitar o contato com a pele, os olhos e a boca.

Um outro grupo de produtos químicos é chamado Organocarbamatos, assim como o Cabaryl e o Baygon. Estes não são tão tóxicos e são usados regularmente.

Os produtos químicos mais seguros entre todos são conhecidos como piretróides sintéticos, assim como o Fenvalerate e o Deltamethrin. Eles são muito eficazes e também muito mais seguros do que os produtos químicos mencionados acima. No entanto, eles são muito caros.

Aplicação de produtos químicos em animais

Banho de imersão Este método é muito eficaz quando um grande número de animais precisa ser tratado. Se este método for usado apenas para animais pequenos, assim como ovelhas e cabras, pode-se usar um latão de 198 litros e os animais devem ser mergulhados rapidamente. Alternativamente, uma banheira de cimento pode ser construída – especialmente se animais maiores forem ser mergulhados. O banho de imersão deve ser feito bem cedo pela manhã, para que os animais não estejam imediatamente expostos ao sol quente. O banho de imersão não é recomendado se houver grande probabilidade de chuvas fortes logo em seguida, pois o produto químico seria desperdiçado.

Pulverização é amplamente usada e eficaz, especialmente se não houver muitos animais para serem tratados. Se não houver uma bomba de pulverização disponível, o pesticida pode ser aplicado com uma broxa (escova), um pano ou esponja na extremidade de uma vara.

Empoeiramento O produto químico é aplicado na forma de um pó fino. Este método é usado especialmente com os animais pequenos e as aves (veja a ilustração acima). O empoeiramento não é muito eficaz contra os carrapatos, pois o pó é rapidamente perdido, mas elimina os piolhos e os acarinos.

Injeções Há um novo tipo de pesticida conhecido como pesticida sistêmico, assim como o Ivomac. Ele é simplesmente injetado no animal.

Sempre use as dosagens recomendadas de produtos químicos. Peça ajuda se você não tiver certeza. O uso de uma concentração mais alta não mata mais parasitas. Ao invés, isto pode matar o animal e fazer você ficar doente.

O Dr Haldar é um professor e pesquisador em Bidhan Chandra Krishi Viswavidyalaya, PO Kalimpong, Darjeeling, West Bengal 734 301, Índia.

Tome cuidado com os pesticidas!

  • Não trate animais com menos de um mês de idade ou que estejam doentes.
  • Não trate os animais pouco antes do abate - verifique o intervalo de tempo recomendado para o pesticida usado.
  • Não beba o leite do gado durante três dias após o tratamento.
  • Guarde os produtos químicos de maneira segura, fora do alcance das crianças e de pessoas irresponsáveis.
  • Use luvas (ou sacos plásticos) para evitar o contato com a pele. Se houver algum contato, lave imediatamente com água e sabão.
  • Use roupas óculos e máscara de proteção para evitar que o produto químico espirre nos olhos ou na boca.
  • Nunca misture os produtos químicos em panelas ou potes (tachos) usados para cozinhar.
  • Não coma, fume ou beba enquanto estiver manuseando produtos químicos.
  • Não jogue nos rios ou lagoas nenhuma solução que tenha sobrado e que possa matar os peixes ou danificar a saúde das pessoas.
  • Limpe todos os recipientes e pulverizadores imediatamente após o uso.
  • Lave bem as suas mãos e roupas com água e sabão após terminar o tratamento.
  • Tome cuidado para não causar danos ao meio ambiente.

Conteúdo com tags semelhantes

Compartilhe este recurso

Se você achou este recurso útil, compartilhe-o com outras pessoas para que elas também possam se beneficiar

Cadastre-se agora para receber a revista Passo a Passo

Uma revista digital e impressa gratuita para pessoas que trabalham na área de desenvolvimento comunitário

Cadastre-se agora

Preferências de cookies

Sua privacidade e paz de espírito são importantes para nós. Temos o compromisso de manter seus dados em segurança. Somente coletamos dados de pessoas para finalidades específicas e não os mantemos depois que elas foram alcançadas.

Para obter mais informações, inclusive uma lista completa de cookies individuais, consulte nossa política de privacidade.

  • Estes cookies são necessários para o funcionamento do site e não podem ser desativados em nossos sistemas.

  • Estes cookies permitem-nos medir e melhorar o desempenho do nosso site. Todas as informações coletadas por eles são anônimas.

  • Estes cookies permitem uma experiência mais personalizada. Por exemplo, eles podem lembrar em que região você está, bem como suas configurações de acessibilidade.

  • Estes cookies ajudam-nos a personalizar os nossos anúncios e permitem-nos medir a eficácia das nossas campanhas.