Da: Serviços de saúde – Passo a Passo 42

Como ajudar as pessoas a tomar boas decisões sobre suas próprias necessidades de saúde

Neil McDonald.

Dois terços dos profissionais da área da saúde no mundo trabalham em países industrializados, com um terço da população mundial. Isto significa que muitas pessoas pobres possuem pouco acesso aos serviços de saúde. Esta situação representa um desafio, tanto para os responsáveis pelo planejamento, quanto para os profissionais de saúde nos países de baixa renda.

Os problemas mais comuns encontrados em muitos países são:

Nos países industrializados, as pessoas esperam altos padrões dos serviços de saúde. O custo dos serviços de saúde de alta qualidade é coberto em parte pela renda coletada pelos governos através de impostos, em parte pelos empregadores e seguros de saúde, e em parte pelo que é pago pelos próprios indivíduos. No entanto, nos países de baixa renda, os governos coletam menos dinheiro proveniente de impostos, e os indivíduos raramente podem pagar uma contribuição realista para os seus serviços de saúde.

No planejamento dos serviços de saúde, deve-se considerar cuidadosamente quanto pode ser pago pelos que fornecem e pelos que utilizam os serviços de saúde. Um planejamento regional que vise uma distribuição uniforme dos serviços também é vital – caso contrário, os serviços de saúde concentram-se nas áreas urbanas (onde as pessoas tendem a possuir uma renda mais alta) e ignoram as necessidades das pessoas nas áreas rurais. 

Conteúdo com tags semelhantes

Compartilhe este recurso

Se você achou este recurso útil, compartilhe-o com outros para que eles também possam se beneficiar

Cadastre-se agora para receber a revista Passo a Passo

Uma revista digital e impressa gratuita para pessoas que trabalham na área de desenvolvimento comunitário

Cadastre-se agora