As inundações no Paquistão, em 2010, afetaram 20 milhões de pessoas. Foto: Ashraf Mall/Tearfund

Da: Gestão de desastres – Passo a Passo 88

Como se preparar para os desastres e reduzir o risco de que eles ocorreram

 No caso de um desastre, alertar as comunidades pode fazer a diferença entre a vida e a morte. Abaixo, você encontrará alguns exemplos de sistemas de alerta precoce úteis para áreas de risco de inundação. É importante estabelecer um método simples de monitoramento do aumento da profundidade da água, para que haja alguma forma de alerta de uma inundação que se aproxima.

Medidores de profundidade

Ilustrações de Amy Levene

Medidores de profundidade

Em alguns países, as comunidades colocam uma série de varas de bambu num rio com medidas de profundidade (como uma régua) ao longo delas. Frequentemente, são usadas três cores:

Isto dá uma indicação da rapidez com que a água está subindo. Durante uma chuva forte, alguns membros da comunidade devem ser incumbidos de monitorar o nível da água e alertar a comunidade se a água chegar ao nível de perigo (marcado em vermelho).

Cordas e sinos  

Uma comunidade das Filipinas amarra cordas sobre os rios com bandeiras e pequenos sinos afixados a elas. Se o nível do rio subir, os sinos tocam alertando as pessoas para o perigo.

Vigias 

Em algumas partes do Afeganistão, durante a estação das inundações repentinas, uma comunidade manda rapazes arrebanhar as cabras nas colinas altas e ficar vigiando para ver se a água sobe de repente no leito do riacho. Se o vigia vir a água subir rapidamente, ele alerta a comunidade através de um tiro de rifle, do toque de uma corneta ou de algum outro sinal que possa ser ouvido a longa distância.

Dando o alarme

Ilustrações de Amy Levene

Dando o alarme 

Se a água subir acima do nível de perigo, todos os membros da comunidade devem ser alertados, e deve-se pedir às pessoas em perigo para irem para terras mais elevadas. Muitas comunidades desenvolveram formas de transmitir alertas, inclusive usando sinos de igrejas, alto-falantes de mesquitas, telefones celulares, gongos e megafones (carregados por voluntários em bicicletas). Nas inundações repentinas, a água sobe com muita rapidez. Se os telefones celulares estiverem funcionando, podem-se enviar mensagens por celular de locais situados a montante do rio a locais situados a jusante, alertando as pessoas da inundação que se aproxima.

Atividade comunitária/em grupo 

Preparação de um sistema de alerta precoce eficaz

OBSERVAÇÃO: esta atividade pode ser usada para vários tipos de ameaças diferentes.

Desenhe uma grade numa folha grande de papel ou num quadro-negro.

Pergunte ao grupo: “Quais são as características de um sistema de alerta precoce eficaz?” Escreva todas as respostas da explosão de ideias na coluna da esquerda da grade. Sugira quaisquer características adicionais que o grupo possa ter deixado de fora.

A seguir, discuta os tipos de sistemas de alerta precoce disponíveis ou possíveis na comunidade. Escreva-os na linha superior da grade.

Em cada um dos possíveis sistemas de alerta precoce, desça a coluna e marque as características eficazes que ele possui. Por exemplo, os “sinos de igrejas” podem ser bons para alcançar as pessoas vulneráveis, mas as pessoas podem não saber o que fazer ao ouvi-los. Os telefones celulares podem ser bons para avisar rapidamente, mas as famílias mais vulneráveis podem não ter um telefone celular.

Quando terminada, a grade ajudará a comunidade a identificar as melhores opções para o seu contexto. É raro que um só tipo de sistema de alerta precoce seja 100% eficaz. Na maioria dos casos, uma combinação de sistemas será a melhor opção. Por exemplo, um vigia com um celular poderia chamar a igreja ou a mesquita, a qual, então, poderia transmitir o alerta para que toda a comunidade possa ouvi-lo.

Tipos de Sistema de Alerta Precoce

Telefones celulares

Sinos de igreja (ou alto-falantes de mesquitas)

Transmissão por rádio

Voluntário com megafone               

Características dos sistemas de alerta precoce eficazes

Chega na hora certa (em relação à velocidade do desastre)

Alcança todas as pessoas (especialmente as mais vulneráveis)

É exato: comunica a informação certa

Usa recursos disponíveis no local e tecnologia confiável e durável

Incorpora o conhecimento tradicional sobre alertas precoces de desastres

As pessoas sabem o que ele significa e o que fazer

Improvável de dar alarmes falsos

Praticado em treinos e mudado com base nas opiniões da comunidade

Conteúdo com tags semelhantes

Compartilhe este recurso

Se você achou este recurso útil, compartilhe-o com outros para que eles também possam se beneficiar

Cadastre-se agora para receber a revista Passo a Passo

Uma revista digital e impressa gratuita para pessoas que trabalham na área de desenvolvimento comunitário

Cadastre-se agora