As inundações no Paquistão, em 2010, afetaram 20 milhões de pessoas. Foto: Ashraf Mall/Tearfund

Da: Gestão de desastres – Passo a Passo 88

Como se preparar para os desastres e reduzir o risco de que eles ocorreram

Os deslizamentos de terras ocorrem quando o solo de um declive se torna instável e porções de terra, lama e pedras começam a deslizar declive abaixo. Eles podem causar danos graves e são difíceis de prever. As chuvas fortes e os terremotos são os principais desencadeadores de deslizamentos de terras.

Sinais de alerta 

Os deslizamentos de terras podem ser precedidos de rachaduras no solo, pequenos disparos de pedras, canos de água quebrando ou mudanças no fluxo de riachos (que podem repentinamente ficar lamacentos ou parar). As cercas, as paredes ou as árvores podem começar a se inclinar, o que indica que está havendo movimento embaixo delas. A encosta de uma colina sem árvores ou uma área em que houve deslizamentos de terras antes corre risco, especialmente quando há chuva forte.

Redução dos riscos 

É possível tornar os declives mais seguros de várias formas:

Escoamento 

Para as comunidades localizadas nas encostas de colinas, o escoamento da água é fundamental para reduzir os riscos. Deve-se construir um bom sistema de drenos forrados com plástico ou cimento, para onde toda a água da chuva dos telhados e a água residual das moradias (não das latrinas) possa ser canalizada. Para isto é necessário um acordo e uma ação conjunta por parte de toda a comunidade. Podem-se abrir drenos adicionais atravessando o declive acima das moradias mais altas. Naturalmente, todos os drenos devem ser mantidos limpos, especialmente durante a estação das chuvas.

Preparação para deslizamentos de terras 

Em áreas de alto risco, podem ser formadas equipes de voluntários para verificar o movimento do solo durante períodos de chuvas fortes e estarem preparadas para alertar as pessoas se começar um deslizamento de terras. Deve haver ferramentas adequadas acessíveis, para desenterrar vítimas, e materiais de primeiros-socorros. Uma escola, uma igreja ou algum outro prédio público pode-se tornar um centro de evacuação – pré-equipado com água limpa e latrinas.

Para obter mais informações, consulte Disasters and the Local Church (Capítulo 6) ou leia os estudos de caso no site www.mossaic.org

Conteúdo com tags semelhantes

Compartilhe este recurso

Se você achou este recurso útil, compartilhe-o com outros para que eles também possam se beneficiar

Cadastre-se agora para receber a revista Passo a Passo

Uma revista digital e impressa gratuita para pessoas que trabalham na área de desenvolvimento comunitário

Cadastre-se agora