Deus vê a questão da justiça com paixão. Lemos sobre isso em muitos lugares na Bíblia. Ele se importa profundamente com o sofrimento das pessoas pobres. Os mandamentos de Deus, dados através do Velho Testamento, têm como propósito trazer a liberdade para todos.


Jesus simplificou muitas das leis do Velho Testamento, resumindo-as em dois mandamentos que são a soma de todo o ensinamento que apresentou em Mateus 22:35-40. Ele nos diz para amarmos a Deus de todo coração, espírito e mente e para amarmos os outros como a nós mesmos. Amar os outros como a nos mesmos não significa simplesmente termos bons pensamentos. Significa assegurarmo-nos de que os outros possam viver vidas plenas e livres de opressões. Devemos buscar a justiça para as outras pessoas para que elas vivam a vida em toda a sua plenitude, conforme a intenção de Deus.


Pobreza e opressão removem a dignidade das pessoas. Somente quando as pessoas tiverem acesso aos recursos naturais, econômicos e políticos dos quais necessitam é que elas poderão viver com dignidade, começando então a estabelecer boas relações entre si mesmas e o seu meio ambiente.  


Discussão



Artigos 2, 8, 29 A Declaração Universal dos Direitos Humanos das Nações Unidas


 

Conteúdo com tags semelhantes

Compartilhar este recurso

Equipar pessoas que trabalham ao redor do mundo para erradicar a pobreza e a injustiça

Recursos relacionados