Pular para o conteúdo Ir para o consentimento do cookie

Artigos

Apoio aos facilitadores locais

Dicas para trabalhar com novos facilitadores locais e incentivá-los

Escrito por Eva e Sara Mamani Añamor 2022

Na zona rural da Bolívia, duas mulheres sorrindo seguram um cartaz para outra mulher escrever, enquanto um grupo de mulheres e crianças assistem

Sara (à frente) e Eva facilitando uma discussão em grupo. Foto: Scott e Noll/Five Talents

Três mulheres bolivianas sorrindo e rindo juntas

Da: Comunicação participativa - Passo a Passo 117

Como oferecer oportunidades para que as pessoas compartilhem suas ideias e influenciem mudanças

Ana cresceu em uma família típica boliviana, em que era esperado que as mulheres permanecessem em silêncio. Porém, seu marido, um pastor de igreja, conseguia ver sua sabedoria e sabia que sua voz deveria ser ouvida. Assim, aos poucos, ele começou a treiná-la e prepará-la como facilitadora.

Um dia, o marido de Ana anunciou que queria que ela facilitasse uma reunião da igreja. Ela ficou apavorada e respondeu: “Não! Eu não sei falar em público!” O marido gentilmente respondeu: “Deus deu-lhe talentos e você deve usá-los para ajudar outras mulheres a crescer, assim como você cresceu”.

Ao ser chamada para a falar na frente de todos, Ana não parava de sussurrar: “Eu não vou conseguir!” Porém, ela olhou para as filhas sentadas na primeira fileira e para as outras mulheres na sala e decidiu tentar.

Como Ana usou sua cordialidade e personalidade para facilitar com grande habilidade o encontro, muitas mulheres encontraram coragem para falar e suas filhas sentiram-se inspiradas para seguir seu exemplo.

Desenvolvimento de confiança

Ana era nossa mãe. Infelizmente, ela faleceu em 2017, mas, em nosso trabalho como treinadoras de facilitadoras de grupos de poupança, muitas vezes pensamos na maneira como ela nos incentivou – assim como a muitas outras pessoas – a sermos corajosas, nos manifestarmos, nos envolvermos e usarmos nossos dons e talentos. 

Quando trabalhamos com novas facilitadoras, temos em mente os princípios encontrados na próxima página, que aprendemos com Ana.

Ana, uma mulher boliviana, sentada à mesa e sorrindo para a câmera

A cordialidade e a bondade de Ana faziam vir à tona o que as pessoas tinham de melhor. Foto: Sara Mamani Añamor 

Dicas de treinamento

Dicas de treinamento

Como incentivar os facilitadores

  1. Use a linguagem do coração

    É importante se comunicar de uma forma que faça você se conectar com as pessoas para que mostrem o que elas têm de melhor. Isso vai além de palavras. Ana descobriu que a melhor maneira de ajudar as mulheres da zona rural na Bolívia a se sentirem confiantes o suficiente para falar era sorrir e escutar atentamente o que elas tinham a dizer.

  2. Compartilhe atividades práticas

    Ana preparava comida com as pessoas, e elas conversavam, riam e aprendiam juntas enquanto cozinhavam.

  3. Promova a conversa

    As discussões em pequenos grupos permitem-nos ver que Deus nos forneceu muitas respostas.

  4. Sirva de modelo no que diz respeito às habilidades de facilitação

    Ao superar seu medo de falar em público, Ana inspirou muitas outras mulheres a se tornarem facilitadoras também.

  5. Celebre a participação

    Receber um certificado de treinamento é uma honra que pode ser celebrada por toda a família. Isso é especialmente importante para as pessoas que nunca receberam um certificado antes.

  6. Caminhe lado a lado com as pessoas

    Os novos facilitadores precisam saber que não estão sozinhos. Seja um bom amigo para eles e participe da sua vida, suas preocupações e suas alegrias.

  7. Incentive as pessoas

    As pessoas podem ser muito críticas consigo mesmas, especialmente quando estão aprendendo novas habilidades. Certifique-se de que os novos facilitadores vejam todas as coisas boas que estão fazendo.

  8. Prepare-os para as dificuldades

    Às vezes, os facilitadores enfrentam dificuldades. Ana recebeu o título de pastora, mas depois esse lhe foi tirado porque ela não tinha sua própria igreja. Ela não desanimou e disse: “O maior título que receberei será de Deus. Ele conhece meu trabalho”.

Leitura adicional

Leitura adicional

Escrito por

Escrito por  Eva e Sara Mamani Añamor

Eva e Sara Mamani Añamor são treinadoras dos grupos de poupança Five Talents/Chalmers da organização local Semillas de Bendición Bolívia. Acesse Chalmers local na rede Internet para baixar ferramentas para facilitadores de grupos de poupança em inglês, francês ou espanhol.

Compartilhe este recurso

Se você achou este recurso útil, compartilhe-o com outras pessoas para que elas também possam se beneficiar

Cadastre-se agora para receber a revista Passo a Passo

Uma revista digital e impressa gratuita para pessoas que trabalham na área de desenvolvimento comunitário

Cadastre-se agora

Preferências de cookies

Sua privacidade e paz de espírito são importantes para nós. Temos o compromisso de manter seus dados em segurança. Somente coletamos dados de pessoas para finalidades específicas e não os mantemos depois que elas foram alcançadas.

Para obter mais informações, inclusive uma lista completa de cookies individuais, consulte nossa política de privacidade.

  • Estes cookies são necessários para o funcionamento do site e não podem ser desativados em nossos sistemas.

  • Estes cookies permitem-nos medir e melhorar o desempenho do nosso site. Todas as informações coletadas por eles são anônimas.

  • Estes cookies permitem uma experiência mais personalizada. Por exemplo, eles podem lembrar em que região você está, bem como suas configurações de acessibilidade.

  • Estes cookies ajudam-nos a personalizar os nossos anúncios e permitem-nos medir a eficácia das nossas campanhas.