Pular para o conteúdo Ir para o consentimento do cookie
Foto: Gyanu Kumar Shakya/Share and Care Nepal

Da: Segurança alimentar – Passo a Passo 77

Ferramentas e ideias para melhorar a segurança alimentar

“Gestão natural de pragas” é um método de controle de pragas que não usa produtos químicos. Ao invés disso, são usados outros insetos, pássaros, animais, plantas ou técnicas manuais.

Os pesticidas químicos têm muitas desvantagens. Embora eliminem a praga, eles também matam muitos insetos úteis para a cultura e podem poluir o solo e os suprimentos de água e fazer com que as pessoas adoeçam. Os benefícios dos pesticidas químicos diminuem com o tempo, à medida que as pragas se tornam resistentes a eles. Assim, o pesticida mata as pragas mais fracas, deixando que as mais fortes procriem e produzam uma nova geração imune ao pesticida.

O que é uma praga?

 

Uma praga é um inseto ou animal que causa danos a uma planta ou cultura. É possível que um inseto ou animal seja uma praga numa situação e benéfico noutra. Há pragas de todos os tamanhos e feitios. Aqui estão algumas pragas comuns e os problemas que elas causam:
  • Brocas, que enfraquecem a planta, tais como o cupim e a broca de haste no milho
  • Afídeos, que perfuram a folha ou a haste e sugam a seiva, enfraquecendo a planta e propagando a doença
  • Besouros, gorgulhos e lagartas, que comem folhas. (No entanto, é importante lembrar que as borboletas são úteis para a polinização.)
  • Gafanhotos, que mordem a parte superior das mudas
  • Pragas constituídas por animais maiores, como macacos, ratos e pássaros (por exemplo, pombas e gralhas), que comem sementes e plantas.

Aprendendo sobre pragas

Antes de decidir que método de controle de pragas usar, é importante aprender sobre a praga. Seria um erro desperdiçar tempo e dinheiro controlando um inseto ou um animal quando ele nem está incomodando a planta.

  1. Identifique a praga Por exemplo, se houver buracos nas folhas, examine a planta em diferentes horas do dia para ver se consegue encontrar a praga em ação. Pode ser útil conversar com vizinhos e agricultores locais para descobrir que pragas são comuns no local.
  2. Aprenda sobre a praga Aprenda sobre o seu ciclo de vida, alimentação e inimigos naturais. Muitas vezes, há um estágio no seu ciclo de vida em que é mais fácil controlar a praga, como, por exemplo, eliminando os ovos antes que os insetos saiam deles. Uma praga pode ser controlada retirando-se a sua fonte de alimento ou introduzindo-se inimigos naturais (predadores). Para obter estas informações, converse com os agricultores locais e agentes de extensão ou veja se há livros numa biblioteca local.
  3. Monitore o comportamento da praga A praga aparece numa certa estação? Ela se encontra em toda a planta ou toda a cultura ou em apenas alguns lugares? A praga está aumentando ou diminuindo em número?
  4. Decida quando agir Lembre-se de que todos os insetos fazem parte do ambiente natural e de que não devemos tentar perturbar o equilíbrio natural, a menos que seja necessário. Só vale a pena investir dinheiro no controle de pragas, se o custo dos danos causados pela praga for maior do que o custo para controlá-la.
  5. Avalie o efeito Depois de usar um método de controle natural de pragas, avalie os seus efeitos. Você usará o método novamente para esta praga ou deve usar outro? O método afetou outros insetos? Isso foi bom ou ruim?  

Controle natural de pragas

PLANTAS


  • O cultivo companheiro é uma maneira eficaz de controlar as pragas. Ele consiste em organizar diferentes plantas em fileiras alternadas. Por exemplo, plantando-se melões ao lado de rabanetes, os besouros não passarão pelas fileiras de melões, porque não gostam do gosto dos rabanetes.
  • Certas plantas podem ser usadas para afastar as pragas. Por exemplo, plantar cebola e alho ao redor da cultura afasta os insetos, porque eles não gostam do cheiro.

PREDADORES

  • PÁSSAROS Alguns pássaros comem pragas de insetos. Os pássaros podem ser atraídos para o local, colocando-se sementes para passarinhos ou plantando-se plantas que produzam sementes que eles gostem de comer, mas que não sejam úteis para o agricultor.
  • ANIMAIS A maioria dos pequenos animais comem insetos e outras pragas. Por exemplo, os sapos comem milhares de insetos por mês, inclusive as larvas de mariposas, lesmas, formigas e lagartas. As aranhas comem muitas pragas de insetos, e as cobras comem roedores. Estes pequenos animais podem ser atraídos plantando-se plantas que eles gostem de comer ou oferecendo abrigo natural para protegê-los contra outros predadores. 
  • INSETOS Alguns insetos são bons predadores porque comem outros insetos. Um bom exemplo disso é a joaninha. As joaninhas só comem afídeos, como o pulgão, e não comem insetos benéficos. Elas podem comer 40–50 afídeos por dia, e suas larvas podem comer ainda mais. É possível incentivar os predadores de insetos plantando-se, nas proximidades, certas plantas ou flores benéficas para eles.

PESTICIDAS NATURAIS

É possível criar pesticidas com ingredientes naturais. Por exemplo, as lagartas e os afídeos podem ser controlados com um borrifo de folhas de mamão. Para fazer o borrifo:

  • Pique 1kg de folhas frescas e deixe de molho em dez litros de água, adicionando duas colheres de sopa de querosene e um pouco de sabão.
  • Deixe por pelo menos duas horas (ou de um dia para o outro).
  • Retire as folhas e use o borrifo imediatamente.

Mais idéias de pesticidas naturais podem ser encontradas na Passo a Passo 54.

CONTROLES MECÂNICOS

Os controles de pragas mecânicos são muito simples de colocar na prática. Eles podem consistir em:

  • Pegar com a própria mão os insetos grandes das plantas. Este método é eficaz para pequenos terrenos, antes que a praga procrie, mas não é uma solução prática para campos grandes.
  • Levantar barreiras para proteger as plantas, como, por exemplo, colocar redes para evitar que os pássaros as biquem e cobrir as frutas para protegê-las contra as moscas-das-frutas.
  • Usar armadilhas como ratoeiras, armadilhas pegajosas para insetos ou armadilhas para caracóis e lesmas (feitas com uma mistura de água e levedura).

Conteúdo com tags semelhantes

Compartilhe este recurso

Se você achou este recurso útil, compartilhe-o com outras pessoas para que elas também possam se beneficiar

Cadastre-se agora para receber a revista Passo a Passo

Uma revista digital e impressa gratuita para pessoas que trabalham na área de desenvolvimento comunitário

Cadastre-se agora

Preferências de cookies

Sua privacidade e paz de espírito são importantes para nós. Temos o compromisso de manter seus dados em segurança. Somente coletamos dados de pessoas para finalidades específicas e não os mantemos depois que elas foram alcançadas.

Para obter mais informações, inclusive uma lista completa de cookies individuais, consulte nossa política de privacidade.

  • Estes cookies são necessários para o funcionamento do site e não podem ser desativados em nossos sistemas.

  • Estes cookies permitem-nos medir e melhorar o desempenho do nosso site. Todas as informações coletadas por eles são anônimas.

  • Estes cookies permitem uma experiência mais personalizada. Por exemplo, eles podem lembrar em que região você está, bem como suas configurações de acessibilidade.

  • Estes cookies ajudam-nos a personalizar os nossos anúncios e permitem-nos medir a eficácia das nossas campanhas.