A Tearfund foi fundada para capacitar a igreja a responder à pobreza e aos desastres. Após cinquenta anos, continuamos dedicados à busca da justiça, da restauração e da transformação que vêm de Deus por meio do nosso trabalho.

Nossos inúmeros processos de Transformação da Igreja e da Comunidade são ferramentas comprovadamente poderosas para desenvolver a visão das igrejas locais e equipá-las de modo a permitir que a transformação aconteça. Em todos esses processos, as igrejas locais desenvolvem sua visão para a missão integral, o que oferece uma compreensão holística da missão da Igreja para com a sua comunidade, bem como para com aqueles que vivem na pobreza. A Igreja não deve fechar-se em torno de si mesma, pelo contrário, ela é chamada a ir às comunidades, restaurar os que estão quebrantados e se envolver com as necessidades das pessoas – sejam elas físicas, espirituais, emocionais, econômicas, ambientais ou sociais. Além de desenvolver a visão, a Igreja é equipada de maneira prática para trabalhar com a comunidade local, identificando as necessidades e mobilizando recursos para promover a restauração e a transformação.


Desenvolvimento da Visão das Igrejas

Despertar a igreja para o mandato bíblico de tornar-se agente de mudança.

Saiba mais

Mobilização de Igrejas e Comunidades

O processo de MIC capacita as pessoas a trazer transformação para a sua própria vida.

Saiba mais

Manuais e Ferramentas

O lugar certo para encontrar nossos manuais, inclusive o UMOJA e o PMIC

Saiba mais


Impacto e Aprendizado

Grandes transformações podem ocorrer quando as igrejas locais são mobilizadas de modo a vivenciar a missão integral e enfrentar a pobreza e a injustiça. É empolgante! Leia alguns exemplos dessa transformação que está acontecendo ao redor do mundo e conheça as principais lições aprendidas nos processos que utilizamos.


Temas transversais

As igrejas e as comunidades podem decidir abordar uma gama de assuntos ou concentrar-se em uma questão específica, tal como a Violência Sexual e de Gênero (VSG) ou Advocacy. Ao trabalharmos com uma comunidade, é importante considerar o contexto no qual os nossos programas se encontram e também como nossas abordagens podem variar dependendo do contexto.