Foto: Marcus Perkins/Tearfund

Da: Migração – Passo a Passo 78

Considera alguns dos aspectos positivos e negativos da migração

A pandemia da AIDS é uma das causas da migração. Por exemplo, as pessoas que vivem com HIV podem migrar para evitar o estigma da sua comunidade ou para voltar para seu lar no interior, em busca de apoio quando estiverem doentes. Muitas vezes, as pessoas também migram após a morte do parceiro, e as crianças órfãs podem migrar para viver com a família ou procurar trabalho.

Maior vulnerabilidade

Com freqüência, os migrantes são especialmente vulneráveis ao HIV. Por exemplo:

Migrantes que vivem com HIV

Muitas vezes, os migrantes não têm acesso aos serviços de saúde e podem ficar de fora das respostas nacionais ao HIV. Os migrantes que já estão fazendo tratamento anti-retroviral (ARV) podem enfrentar dificuldades específicas. Os medicamentos ARV precisam ser tomados todos os dias, com água segura e uma boa nutrição para funcionarem. O tratamento pode ser interrompido se a pessoa tiver que fugir de casa se houver algum conflito ou desastre natural.

Fiona Perry é a Coordenadora de HIV e AIDS da Equipe de Gestão de Desastres da Tearfund.

E-mail: fiona.perry@tearfund.org

Conteúdo com tags semelhantes

Compartilhe este recurso

Se você achou este recurso útil, compartilhe-o com outros para que eles também possam se beneficiar

Cadastre-se agora para receber a revista Passo a Passo

Uma revista digital e impressa gratuita para pessoas que trabalham na área de desenvolvimento comunitário

Cadastre-se agora