Engajamento com a deficiência na Índia

Passo a Passo 108 - Viver com deficiência

A Passo a Passo 108 está repleta de orientações práticas sobre como fazer com que as nossas igrejas e comunidades se tornem mais inclusivas para as pessoas que vivem com deficiências.

Engajamento com a deficiência na Índia

A Engage Disability é uma rede de organizações, igrejas e indivíduos na Índia. Estamos trabalhando para melhorar a inclusão das pessoas com deficiência nas comunidades cristãs e empoderá-las para que ocupem seu lugar de direito na sociedade.

Delegados na segunda conferência nacional da Engage Disability. Foto: Engage Disability Network, Índia
Delegados na segunda conferência nacional da Engage Disability. Foto: Engage Disability Network, Índia

Tudo começou quando um pastor visitou um dos projetos sobre deficiência da Emmanuel Hospital Association (EHA), procurando ajuda para sua filha com paralisia cerebral. Ao passarmos algum tempo com ele, aprendemos quão solitária a vida de um cuidador pode ser, mesmo na igreja. Conversamos com outras pessoas com preocupações semelhantes, e todos concordaram que o que realmente deveria ocorrer era justamente o oposto. A igreja deveria ser um lugar de amor e aceitação, não de isolamento e, às vezes, discriminação.

Reunir as pessoas

Tendo trabalhado com pessoas com deficiência durante anos, sabíamos o que era necessário: não um conhecimento especializado ou programas complicados, mas apenas oportunidades para as pessoas interagirem com as pessoas com deficiência e suas famílias.

Decidimos fazer três coisas:

  • criar uma plataforma onde as pessoas com deficiência, suas famílias, membros da igreja e outros pudessem ouvir e aprender uns com os outros; 
  • desenvolver recursos para equipar e orientar as igrejas em sua resposta; 
  • oferecer treinamento para ajudar os líderes e membros da igreja a responder com sensibilidade e realismo às necessidades de suas igrejas e comunidades.

Em 2014, organizamos uma conferência nacional – a primeira do gênero na Índia – que contou com a participação de mais de 500 pessoas. Enquanto os delegados compartilhavam suas ideias e experiências, muitas pessoas com deficiência falaram de forma marcante sobre como é sua vida.

Foram formados centros regionais, e cada um, agora, é um centro de treinamento, compartilhamento e promoção de mudanças. As ideias experimentadas e testadas foram reunidas em um kit de ferramentas para ajudar as igrejas a trabalhar com as pessoas com deficiência e servi-las (veja a página de Recursos para obter mais informações). 

O que aprendemos

O senso de propriedade local é crucial, e ficamos encantados quando uma segunda conferência nacional foi organizada por uma igreja, e não por uma organização de desenvolvimento. A ideia não é manter a rede funcionando para sempre, mas empoderar os líderes locais para que mantenham a visão viva. 

O envolvimento de pessoas com deficiência desde o início tem sido fundamental para o sucesso da rede. Suas vozes foram claramente ouvidas, resultando em uma maior compreensão e um desejo de ver as pessoas com deficiência incluídas em todas as áreas da sociedade.


Questões para discussão

  • As vozes das pessoas com deficiência estão sendo ouvidas em sua igreja e sua comunidade? 
  • Se não estão, você poderia encontrar uma maneira de reunir as pessoas com deficiência, seus cuidadores e líderes comunitários (por exemplo, pastores, professores e representantes do governo) para que eles possam conversar? 
  • Qual você acha que poderia ser o resultado dessas conversas?

Para saber mais, acesse http://engagedisability.com 

Jubin Varghese
Jubin Varghese é o Gestor de Projetos sobre Deficiência da Emmanuel Hospital Association. E-mail: jubin@eha-health.org