Alcançando os Objectivos de Desenvolvimento do Milénio

Arcebispo Njongonkulu Ndungane.

Há muitas formas de opressão e sofrimento: elas podem ser físicas, mentais, emocionais ou espirituais. A pobreza é frequentemente causada pela opressão e geralmente causa o sofrimento. A pobreza enfraquece as famílias e causa danos às comunidades.

Actualmente, há 6,3 bilhões de pessoas no mundo. Mais de um bilhão vivem com menos de um dólar por dia. Quase 850 milhões (uma em cada sete pessoas) passa fome.

Os oito Objectivos de Desenvolvimento do Milénio representam o compromisso mais ambicioso que os governos já assumiram até hoje para combater a pobreza. O primeiro Objectivo de Desenvolvimento do Milénio é reduzir a pobreza e a fome pela metade até 2015.

Todos os próximos seis objectivos concentram- se nas causas e nas consequências da pobreza. Os seus alvos são reduzir a mortalidade na infância e melhorar a saúde materna, obter o ensino básico universal, combater o HIV (VIH) / AIDS (SIDA), a malária e outras doenças e obter um acesso sustentável à água potável.

O objectivo final do milênio é estabelecer uma parceria mundial para o desenvolvimento. A única maneira de começarmos a alcançar os outros sete, é trabalharmos juntos. Isto inclui os governos, as instituições internacionais, o sector comercial, o sector privado e a sociedade civil. Agindo juntos, os cristãos podem desempenhar um papel vital para ajudar os parceiros mundiais a cumprirem os seus compromissos. Quando trabalhamos uns com os outros, unindo nacionalidades e raças, ricos e pobres, homens, mulheres e crianças, passamos a ter uma voz extremamente poderosa e influente. Devemos falar alto e claro.

Os governos mundiais têm condições de fazer tudo o que é necessário para alcançar os Objectivos de Desenvolvimento do Milênio. Porém, a questão é se possuímos ou não a força de vontade. Os governos podem dizer as palavras, mas eles precisam de todo o incentivo e de toda a pressão que lhes pudermos dar, para que cumpram os seus compromissos. Eles precisam de ouvir que os cidadãos realmente querem que eles dêem os passos difíceis, mas necessários, para que possamos viver num mundo em que haja “algo para todos” e não “tudo para somente alguns”.

Desafio Miquéias

O Desafio Miquéias é uma campanha contra a pobreza, criada pelas 270 organizações que fazem parte da Rede Miquéias e pela Aliança Evangélica Mundial, a qual representa 3 milhões de igrejas locais de todo o mundo. Ele procura mobilizar os cristãos de todas as partes do mundo para que trabalhem juntos e façam campanhas pela justiça para os pobres, os que sofrem e os oprimidos. Ele incentiva os cristãos a pressionarem os líderes mundiais para que alcancem os Objectivos de Desenvolvimento do Milénio.

Este desafio começa com um pequeno versículo, num pequeno livro da Bíblia: “O que o Senhor exige?: pratique a justiça, ame a fidelidade e ande humildemente com o seu Deus.” (Miquéias 6:8).

Praticar a justiça – viver de acordo com a necessidade e não de acordo com a ganância.

Amar a fidelidade – reconhecer em todas as pessoas a imagem de Deus e dar-lhes a mesma dignidade, o mesmo respeito, as mesmas oportunidades de que desfrutamos nesta vida, assim como na vida que está por vir.

Andar humildemente com o seu Deus – reconhecer que a criação inteira é uma dádiva de Deus e que somos os seus mordomos, chamados para cuidar dos recursos do mundo e compartilhá-los com todos.

Disseminar a esperança num mundo cheio de dor é um desafio para todos nós. Como indivíduos, todos podemos ajudar a fazer pressão sobre os líderes mundiais, para que desempenhem os seus papéis, a fim de garantir um mundo mais justo e misericordioso.

Que o Senhor nos abençoe ao procurarmos segui-lo humildemente no caminho para o qual Ele nos chamou.

O Arcebispo Njongonkulu Ndungane é o Arcebismo da Cidade do Cabo. Este artigo é uma adaptação autorizada de um discurso que fez na ocasião do lançamento do Desafio Miquéias nas Nações Unidas, em Outubro de 2004. Para obter mais informações sobre o Desafio Miquéias, veja a página 14.
E-mail: regine.nagel@micahchallenge.org
Web: www.micahchallenge.org


Os Objectivos de Desenvolvimento do Milénio

Objectivo 1 Erradicar a extrema pobreza e a fome
Objectivo 2 Atingir o ensino básico universal
Objectivo 3 Promover a igualdade entre os sexos e a autonomia das mulheres
Objectivo 4 Reduzir a mortalidade infantil
Objectivo 5 Melhorar a saúde materna
Objectivo 6
Combater o HIV (VIH) / AIDS (SIDA), a malária e outras doenças
Objectivo 7 Garantir a sustentabilidade ambiental
Objectivo 8 Estabelecer uma parceria mundial para o desenvolvimento